quinta-feira, agosto 07, 2008

ESTÁTUA SERÁ SEU NOME?




“Nada mais são do que fórmulas. Problemática incerta tratada com decisões frágeis e goles ébrios, frutos de uma árvore imaginária de flores estranhas escondidas entre suas folhas e dorminhocos em sua sombra. Fórmulas falhas de dias covardes e madrugadas ousadas donde nasceram sonhos e amanhãs pouco menos que fictícios. No hoje dorme a inamovabilidade e a observação masoquista de como as coisas acontecem ou deixam de acontecer.
E como às vezes não há nada a se fazer...”
.
.
.
.
.
............
.
.
.
.
.
Fragmento de uma coisa antiga que resolvi retomar. Aguardem.
[texto, foto e cara de tacho: Regis, o infame e pretensioso colecionador de desocupações]

15 comentários:

thyago david. disse...

Estou aguardando rpz.
Ótimo espaço.

=)

Abraço.

yehuda disse...

ouse,ouse sempre e cada vez mais, tudo hoje é tão veloz que arriscamos perder o bonde ou foguete

abraço

Polly disse...

"...dias covardes e madrugadas ousadas, donde nasceram sonhos e amanhãs pouco menos que fictícios..."

Fragmento instigante, no mínimo!
Ainda bem que é coisa antiga, mas retomada, pelo visto vale a pena.

Layla Lauar disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
livia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Layla Lauar disse...

Vocé removeu meu comentário? o que houve? eu disse algo que não devia? Se for me desculpe, não tive a intenção. Fiquei preocupada agora.

Layla Lauar disse...

eu elogio homens e mulheres, sem nenhuma outra intenção...

Pedro Pan disse...

, algumas coisas antigas é bom de se tirar de as gavetas. mas até para isto precisa de a hora certa...
, abraços e seja bem vindo.

F. Reoli disse...

Seus fragmentos tem o poder de conter "o todo", mon ami... abração!

Eu e Sourbone disse...

Olá, meu querido colecionador de desocupações. Também o sou - se me permite o empréstimo. Não me esqueça em meu novo endereço. Um beijãoooo

Biani Luna disse...

Pois prossiga, porque tá bom :DD

Mariana disse...

Te vi por aí e vim conferir.
Gostei!

Eu e Sourbone disse...

Como sempre um festival de letras...beijão querido
saudades de vc
bjssss
drikaflor

Bia Pedrosa disse...

paro pra pensar como as coisas aconteceram, como chegar a este fim ou começo... ou porque elas deixaram simplesmente de acontecer.

adorei o café, está ótimo.

myra disse...

oi, sou Myra, irma de Iosif, vim aqui visitar teu blog. achei fantastico!
um abraço,
myra