domingo, março 26, 2006

ACORDORMECENDO.

Acordormecia.
Sorriava em lagrisos estrangraçados.
Perdiava-se.
Mordeijava estrelidentes borbolumes e vagaletas.
Retisentia interrogrilos pululantes no meio da imaginealidade.
Acordormecia.
Perambulava em reviravaivolta. Desachava.
Coloriava nova historealidade em vontasejos de açúCor.
Apostarriscava em ritmadelinhas.
Que infinite em retinuação.
Acordormecia.
.............
Tinha aquele andar torto e sorriso engraçado..
Uma vida sonhos, que coloriam o imaginário.
Mas cores gostam de passear.
Batia a cabeça em estrelas, pois era dado a voar alto.
Atordoado, ficava confuso. Lembrava de voltar.
Livre de si, percorria os caminhos escondidos.
Aterrisava vez ou outra, pra recuperar o fôlego.
Lembrava quando devia esquecer.
Acreditava uma vez mais.
Ia fundo. Ainda que não errasse o chão e caísse feio.
Kaffeetasse, para o corpo. Farbe, para a alma.
Aquele adorável teatro de sonhos verdadeiros...
.............
Sábados deveriam ser mais reticêntes e domingos menos saudosos.
.............
Caminhar na chuva e gritar de vez enquando junto dos trovões é um otimo exercício insano para a sanidade.
.............
[...]
O.

15 comentários:

Anucha disse...

que delicadeza de poema. que lindas imagens fazemos de tudo. parabéns, regis. continuo aguardando. bj

rainhadecopas disse...

pois...
que beijos-orvalho, te banhem e acariciem esta tua semana,
e tragam mais ontens cheios de sorriso e prática.

pedro pan disse...

, acordes sendo, cedo. e constrói outras palavras-frases. inda ensina com reticentes e trovoantes.
|abraços meus|

Rosa Magalhães disse...

Exercitar a insanidade... talvez esteja aí minha busca final. Que venham os trovões! Se eu não me molhar, não conhecerei o delicioso sabor da chuva. Bjo, Régis.

eLa disse...

Boa semana pra vc, guardião de meu sorriso... Protetor de meus ânimo... Costurador de minhas agonias e âncora da minha sanidade.
Interessante o texto de hj...
Eu li e reli... E sorria, enqto. isso.
Beijo!

SaYô disse...

"Minhas desequilibradas palavras são o luxo do meu silêncio" Clarice Lispector

Claudio Eugenio Luz disse...

Meu caro, abusou e brincou com as palavras. O Domingo, sem dúvida, deixa na boca da gente um gosto amargo.

hábraços

claudio

Anucha disse...

ai, que vc deve ter achado estranhíssimo aquele abraço apertado que eu te dei. mas, eu sou assim memso, régis. emocional. quis demonstrar ali o meu encantamento de estar encontrando no real alguém que admiro no virtual. um beijo na alma.

Roseane disse...

Lindo!

Márcia(clarinha) disse...

Entre reticências me enebrio de belas palavras que povoam nosso imaginário sem jamais dar ponto final.
Acordomeço dia-a-dia desachando o que tinha certeza...
Adorei!!
linda semana,
beijosssssssssss

Run Dorothy Run disse...

Se essas paredes falassem...
falariam frases de tijolos amarelos sonhodivididas em: bebida carmim,unhas ruídas sem cor,filme LALAIKamarelo,chuva saltitante corisco...
Vou embora às 10 horas só pra ver voltar
"Nem são jorge irá te proteger,vou
chegar as crateras da lua e me tornar um DEUS."

Jota Effe Esse disse...

Destaco: "Livre de si, percorria os caminhos escondidos/Lembrava quando devia esquecer". Legal no todo! Meu abraço.

Valéria disse...

"toda consciência se mostra insaciável de elevação em virtude, e toda elevação em virtude se mostra insaciável de consciência"(m.maeterlink)... os mergulhos, os vôos, as cores pintadas "em a" alma, ... as estrelas colhidas no chão nuvem em que você passeia... digeridos por tua consciência se transformam na virtude das tuas palavras e na beleza desta tua poesia...
beijo beijo moço dos sonhos

Rosa Magalhães disse...

Thanks pelo link, querido! Do jeito que eu gosto: "Oda Mae". Ei, quando nos juntamos prum cafezinho??? bjobjobjo.

loba disse...

Detesto domingos. mas eles ficam mais bonitos qdo encontro descontruções de uma mente sonhadora! rs...
Beijos