sábado, fevereiro 18, 2006

Os ensaios de Pés-trocados

Pés trocados, o equilibrista, tinha seu ofício como uma dádiva afinal quantos outros teriam malabares de sonhos e uma corda-bamba imaginária como instrumentos de trabalho?
Viver ali nas alturas, esbarrando em estrelas [ainda que isso lhe queimasse a ponta do nariz vez ou outra], cantarolando cores e fazendo truques [mágica, afinal não era bom em truques] com os dedos, entretendo seu público de sonhadores era maravilhoso.
Os olhares e sorrisos compensavam os tombos que eventualmente sofria. Quando caía, se deixava bater no chão com violência. Só usava suas asas pra levantar vôo depois de ter caído, pois considerava evitar quedas por medo do chão algo feio. Era como não lembrar de acordar pra dormir denovo.
Como sempre se pode melhorar, praticava insistentemente. Não que tivesse pretensões de ser o melhor, afinal não haviam disputas naquela arte. Lhe agradava estar ali, se tornando quem era.
Tal qual sorrir, viver ali brincando nas alturas e equilibrando sonhos se tornava cada dia mais uma coisa sua...

9 comentários:

Anucha disse...

"...tanto sonhos desconstruidos como amores desprevenidos..." Você falou e disse aqui, viu? Por que fico tanto tempo sem vir aqui? Um beijo

loba disse...

Só se sente inteiro quem experimenta todas as intensidades. Cair é deixar-se levar por uma delas.
Este equilibrista tem nome! Gosto dele, viu?
Beijos muitos

Claudio Eugenio Luz disse...

É o risco que todo mundo corre, principalmente quando andamos com os pés-trocados. Mas quem nunca se arriscou?
.
hábraços
.
claudio

Mariana Arraes disse...

Mas diz se não é bom esbarrar em estrelas? É uma escola!!! Beijos pra tu!!!

[cadê o troconho lá ao molho blues? quando é que vai ter, rapaz?]

SaYô disse...

"Tal qual sorrir, viver ali brincando nas alturas e equilibrando sonhos se tornava cada dia mais uma coisa sua..." gostei de ler essa frase...
Beijo pra vc

Valéria disse...

"a vida é nova e anda nua, vestida apenas com o seu desejo"
ah menino!
beijo

Márcia(clarinha) disse...

Mas o que faz com que sintamos a vida é ser intenso nas alturas e nas quedas,sonhar sempre!!
Lindo texto!
Obrigada pelos votos de felicidades..
lindo dia meu querido,
beijossssssssssss

Anônimo disse...

Adoro escrever, mas sinto um gostinho de felicidade plena quando o meu blog me trás a lugares como esse, adorei tudo " isso"... Vou me ausentar por uns dias, mas levo comigo essa frase :" ..Era como não lembrar de acordar pra dormir denovo." adaptando-a alguns fatos da minha vida. Bom carnaval, mesmo que signifique descanço.
Beijo e obrigada pela visita.

Despudorada
www.despudorada.blogger.com.br

Anucha disse...

pois da próxima vez diga "olá". bjus