sexta-feira, janeiro 27, 2006

Senhor Pés-trocados. [Parte I]

Pés-trocados era um desajeitado.
Toda sua infância andava pisando desengonçado pelo caminho. Entre tropeços e aterrisagens forçadas, caía. Foi seu estranho jeito de andar quem lhe rendeu esse nome.
Estranhava a forma como os outros caminhavam reto, vestiam roupas coloridas e falavam tudo tão direitinho. Nunca se acostumava com aquilo.
Teve de aprender a guardar suas cores e disfarçar aquela forma peculiar de andar.
De tanto caminhar pelo mundo reto, quase resolver acertar o passo e virar mais um caminhante-corretinho-da-rua-ao-lado. Ensaiou, ensaiou, até que "normalizou-se". Fingia andar pelo mesmo caminho, mas nunca pisava com os dois pés ao mesmo tempo.
E isso o tornava ainda mais estranho, para quem o visse com olhos do mesmo tamanho...

8 comentários:

aline disse...

troco os pés, as mãos...troco o tempo.

eu ainda não sei caminhar...

vc tá chateado comigo?

beijo!

R2K disse...

Hi from NYC :)
R2K

Alex disse...

Hmmm.. é a primeira vez que venho aqui e já gosto. Gostei do conto, ou pelo menos desta parte dele. Mas o que vem por aí? Vou seguir. Abraços.

loba disse...

um dia eu tb quis me "normalizar" e andar com os dois pés no chão. não deu certo. caí e quebrei as asas. levou tempo pra que se curassem. desisti. ás vezes ainda coloco os dois à beira do abismo. mas sei que as asas garantirão um belo pouco! rs...
(de repente fiquei tímida e perdi o jeito de comentar... ou a língua deixou de ser afiada? será? rs...)
beijo

Anucha disse...

regis, como pode a gente se encontrar aqui através da loba, minha gurua dos blogs? também vou ficar vindo aqui. bjus

Anucha disse...

regis, como pode a gente se encontrar aqui através da loba, minha gurua dos blogs? também vou ficar vindo aqui. bjus

Valéria disse...

"As árvores ficam paradas
Uma a uma enfileiradas
Na alameda
Crescem pra cima como as pessoas
Mas nunca se deitam
O céu aceitam
Crescem como as pessoas
Mas não são soltas nos passos
São maiores, mas
Ocupam menos espaço"(A.Antunes)
vê....toda vez que vc fala de caminhos eu venho com uma frase de outrem... é que não sei falar de caminho... de andar...EU ANDO MUITO DEVAGAR... é isso
um beijo moço

Anônimo disse...

Obrigado por Blog intiresny